21 de outubro de 1879. Embora esta data esteja relacionada ao surgimento de uma das maiores invenções de todos os tempos, poucas pessoas realmente sabem o que realmente aconteceu ao longo de suas 24 horas. Foi neste dia que o inventor e cientista Thomas Alva Edison contemplou o funcionamento da sua ideia mais luminosa: a lâmpada elétrica incandescente. Ela brilhou por 45 horas seguidas, tornando Edison o homem mais admirado do mundo na época. De lá para cá esta incrível invenção passou por inúmeras evoluções e continua sendo aprimorada, sempre causando um impacto enorme em nossas vidas.

Nos últimos anos, graças a evolução da Internet das Coisas (IoT), tivemos a oportunidade de contemplar, assim como Edison, o surgimento de várias outras lâmpadas no mercado que são mais modernas e chamadas de ‘inteligentes’. Mas você deve estar pensando: uma lâmpada inteligente é só uma lâmpada, correto? Errado. Ainda que ambas cumpram o quesito básico, que é de iluminar um ambiente, existem grandes diferenças entre uma lâmpada inteligente e uma comum. A seguir, conheça algumas delas e os benefícios de ter uma casa com lâmpadas inteligentes. Acompanhe:

Proporciona total conforto para os moradores

Enquanto as antigas lâmpadas precisam ser controladas através de um interruptor na parede, as inteligentes podem ser gerenciadas por um smartphone, permitindo que o morador controle a iluminação da casa inteira sem sair da sua cama ou sofá. Mas estes dispositivos não se limitam apenas aos estados ‘aceso’ e ‘apagado. Você também pode controlar o brilho da lâmpada inteligente de acordo com a sua necessidade. Seja para ler um livro ou assistir a uma série de TV, realizar a regulagem é muito simples e rápido.

Isso porque a lâmpada consegue emitir 16 milhões de cores diferentes em múltiplas tonalidades, resultando em uma infinidade de formas de iluminar um determinado ambiente. Ela também pode ter um horário programado para ligar e desligar, para que o morador não precise se preocupar em apagar todas as luzes da casa antes de ir dormir. Quanto à sua instalação, não é necessário chamar profissionais especializados. Basta tirar a lâmpada atual, adicionar a inteligente, baixar o aplicativo e configura-la na sua rede local.

Gera uma grande economia de energia

É inegável o fato de estarmos enfrentando uma grave crise energética no país, que está elevando o preço das contas de eletricidade e deixando a população apavorada. Mas mesmo sabendo da importância de economizar energia, muitas pessoas deixam de apagar a luz de um determinado cômodo apenas por preguiça. Com uma lâmpada inteligente isso não é mais um problema, pois ela pode ser apagada de qualquer lugar através de um dispositivo móvel.

Caso esteja assistindo a um filme em seu quarto, por exemplo, mas tenha se esquecido de apagar a luz da cozinha, você pode fazer isso sem precisar se levantar da cama. Também é possível programa-la para permanecer acessa durante um horário e ser apagada depois automaticamente. É importante lembrar que a lâmpada inteligente economiza até 80% mais energia do que uma incandescente comum, além de durar 25 vezes mais.

Ajuda a deixar a casa mais segura

Você já se divertiu assistindo as aventuras de Macaulay Culkin no filme “Esqueceram de Mim”? Então certamente se lembra dos planos mal sucedidos dos ladrões em adentrar a casa para roubar os pertences da família do garoto. Em inúmeras cenas, ele é visto criando mecanismos que simulam a presença humana na residência. Apesar de serem caseiros e obsoletos, eles funcionaram muito bem.

Mas nos dias de hoje, você não precisa mais ficar dentro de casa para ficar acendendo lâmpadas aleatoriamente e afugentar possíveis assaltantes. Com uma lâmpada inteligente, é possível fazer isso através do seu smartphone, a partir de qualquer lugar do mundo. Basta configura-la para acender em horários alternados para dar a impressão de que a casa está sempre cheia.

Oferece diversão para toda a família e amigos

Para quem costuma realizar festas com frequência em casa, a lâmpada inteligente é fundamental, já que ela pode ser programada para piscar conforme as batidas de uma música e ainda trocar de cor. Em datas festivas, como no natal, os moradores podem deixar a sala de estar mais alegre e convidativa adicionando uma luz com tonalidade vermelha de baixa intensidade. Isso elimina a compra de luzes adicionais ou a locação de equipamentos caros para festas que não são eficientes e consomem muita energia.